Caldo de carne ou frango para cães ou gatos!

caldo_1

Em muitos momentos podemos utilizar caldos para a alimentar cães ou gatos. Mas não é qualquer caldo ou caldos prontos, esse caldo deve ser 100% feito por você.

Cães que não estão aceitando bem a alimentação ou até mesmo em petiscos caseiros você poderá acrescentar o caldo de carne ou frango.

Animais que estão debilitados também podem recebem esse caldo, inclusive serve como um “soro”. Quando bem preparado, pode ser dado como se fosse uma “sopinha” que irá repor líquidos e sais minerais.

Porém ele não substitui uma alimentação completa e balanceada. O caldo deve ser dado num momento que o animal esteja doente ou adicionado à alimentação dele, seja na ração ou na comida caseira.

As vantagens, além de hidratar o seu pet, é que ele tem baixa caloria e aguça o olfato do cão. Além disso ele não irá desbalancear a ração ou comida do seu animal.

Basta preparar o caldo e congelar em formas de gelo, para o caso de utilizar no alimento, ou em vasilhas de vidro ou de plástico, caso você vá oferecer como “sopinha”. Quando for servir para o seu cão, você descongelará um ou dois cubinhos de gelo, pode ser em banho-maria, e irá regar o alimento com esse caldo ou oferecer na tigela do animal.

caldo_2

Veja como o Caldo de Carne ou Frango deve ser preparado:

No caldo você pode usar tanto partes nobres do boi e do frango (pode ser feito também com outros animais como coelhos), como ossos. Eles irão dar sabor e consistência ao caldo.

Escolha quais carnes e ossos você irá utilizar e a quantidade, coloque em uma panela e deixe dourar um pouco (sem óleo). Depois cubra com água a carne ou frango, deixando em média 3 dedos de água acima da altura da carne.

Tampe a panela e deixe cozinhar em fogo baixo, por aproximadamente 1 hora para molhar o alimento. Se for sopa você deverá cozinhar por mais tempo, em torno de 4 – 5 horas, para que ele solte bem os nutrientes no caldo.

Depois retire as carnes e os ossos e guarde o caldo. Muitas vezes durante a fervura forma-se uma espuma escura, essa espuma deve ser descartada.

Guarde o caldo em uma forma de gelo ou vasilhas e ofereça junto com o alimento ou em forma de sopa.

Esse caldo não leva temperos ou sal.

Andressa Gontijo – Médica Veterinária e fundadora da empresa de Pet Sitter My Pet’s Nanny

Comente

Comente

Your email address will not be published.

Siga nosso Instagram



A Enciclopédia Animal!