Carteiro registra amizade com cachorros onde ele faz entregas.

Todo mundo já ouviu a história de que cachorros odeiam carteiros. Mas esse não é o caso do carteiro Angelo Cristiano da Silva Antunes.

O carteiro trabalha na cidade de Guaratinguetá (SP) há mais de 5 anos e desenvolveu uma amizade e um carinho incomparável pelos bichos por onde ele faz entregas.

carteiro_1

A amizade é tão sincera, que Angelo resolveu criar uma página e um canal para divulgar as fotos e vídeos dos encontros que faz pelo seu caminho. A página já conta com mais de 20 mil curtidas e várias fotos.

“Antes de ser carteiro eu já ouvia aquele dito ‘cachorro não gosta de carteiro’… Amo os meus, por que não amar os dos outros, né? Então faço amizade com eles por onde passo e neles encontro muita alegria e diversão, o que me torna muito feliz”, diz Angelo.

carteiro_2

Mesmo sendo próximo dos cães, Angelo diz que, algumas vezes, sente um pouco de medo de alguns. “Os que já são meus amigos eu não tenho não; a não ser aqueles que podem escapar da residência e me dar um ‘pega’ porque eu não conheço. Mas chego com carinho no cachorro, brinco, converso e chamo de ‘amigão’. Dou a palma da mão, de longe, para ele cheirar. Depois, ele pega a confiança e permite que eu faça carinho. É um contato que o cachorro precisa para sentir confiança. Em uma ou duas semanas, ele vira meu amigo e está confiando em mim.”

carteiro_3

Os moradores aprovam a amizade entre os pets e o carteiro. “É um bairro nobre, então, é raro ter contato com os donos das casas. Mas quando tenho, eles sempre avisam: ‘o amigão chegou’. Depois abrem o portão para o cachorro sair e brincar comigo”, comenta.

Ele disse que também fez, recentemente, amizade com um dos poucos gatos que encontra durante seu trajeto diário. “Fui tirar uma selfie com o cachorro da casa e de repente o gatinho subiu no portão, cheirou minha mão e ainda roubou a cena da foto. Fizemos amizade. Agora, sempre que passo no portão da casa, o cachorro e o gato vêm para receber carinho.”

carteiro_4

O carteiro assegura que nunca atrasou nenhuma entrega em razão dos animais. Ele costuma fazer um acordo com os cachorros nos dias em que está mais atarefado. “Eles ficam desesperados no portão, mas eu digo: ‘hoje o tio está atrasado, não vai poder brincar’. No dia seguinte, paro e dou atenção, porque senão eles ficam tristes.”

Nós desejamos muito sucesso e muitos peludos para ele! Pessoas como Angelo fazem nossos dias melhores! ♥

Comente

Comente

Your email address will not be published.

Siga nosso Instagram



A Enciclopédia Animal!