Saiba como deixar a vida do seu gato mais feliz!

gato_feliz_1

Quem tem cachorro sabe, com mais facilidade, quando eles estão tristes ou felizes. A linguagem corporal desses animais é facilmente entendida por nós seres humanos, mas os gatos tem formas diferentes de expressar alegria ou tristeza e, nem sempre, são perceptíveis para seus donos.

E fazer a vida dos felinos mais feliz e menos estressante é função dos tutores ou cat sitters.

Pequenas coisas que podem ser fazer muita diferença na vida do gato e o deixará mais feliz, veja abaixo algumas dicas:

gato_feliz_2

1- Espaço feito pensando neles: Existem diversas empresas que fabricam mobiliário para gatos. Essas mobílias fazem a vida do gato muito mais feliz, isso porque os felinos gostam de lugares altos, gostam de esconderijos e sossego, então preparar uma casa cat friendly com certeza deixará seu bichano muito mais feliz!

2- Alimento e água fresquinhos: Quem já teve um gatinho sabe o quanto, para eles, é importante uma alimentação fresca, cheirosa e uma água corrente e limpa! Se tem algo que um felino não gosta é de ver seu pratinho vazio e sua água suja.

3- Caixa de areia limpa: Os gatos costumam segurar a urina e as fezes caso vejam que sua caixinha de areia está suja. Isso pode ser muito prejudicial para eles. Manter a caixa de areia limpa não só o deixará mais feliz, como também mais saudável.

4- Brinquedos certos, na hora certa: Os brinquedos perdem a graça se ficam expostos para o seu gato o tempo todo, além disso, há brinquedos que são pouco atrativos para os gatos. Buscar os brinquedos que ele mais gosta e brincar nos momentos em que ele está mais ativo farão da qualidade de vida do seu gato muito melhor.

5- Respeitar sua individualidade e personalidade: Cada gato é de um jeito, uns são super “dados” outros são tímidos, mas o fato é que respeitar seu espaço e temperamento é essencial para um animal feliz e sem estresse. Tutores que passam o dia atrás do seu gato para abraçá-lo ou que forçam algum comportamento que ele não goste, fazem com que seu gato fique aborrecido e estressado. Isso também vale para introdução de novos animais na casa; não espere que seu gato faça amizade de uma hora para outra, eles precisam de tempo e espaço para conseguirem se acostumar!

Fique sempre de olho nas mudanças comportamentais do seu gato, as doenças neles costumam ser bastante silenciosas e os tutores tendem a só notar que algo de errado está acontecendo quando a doença já está muito avançada, leia aqui mais sobre como identificar que seu gato não está bem!

Andressa Gontijo – Médica Veterinária e fundadora da empresa de Pet Sitter My Pet’s Nanny

Comente

Comente

Your email address will not be published.

Siga nosso Instagram



A Enciclopédia Animal!