Seu pet está tirando você do sério? Isso pode ser um assunto muito sério!

serio_1

Imagine a cena: Um dia cansativo no trabalho, 2 horas no trânsito até chegar em casa, abrir a porta de casa e seu cão ter roído seu sapato favorito. Atire o primeiro sapato quem nunca passou por isso!

Em seguida vem a bronca: Vem aqui, olha o que você fez! Porque você fez isso??? Eu não acredito que você roeu meu melhor sapato!!! Você não sabe como foi o meu dia! Vai já para o seu cantinho, você vai ficar de castigo por causa disso!

Pobre do bichinho que, além de não entender seu vocabulário, entende no máximo a entonação da sua voz, não entendeu porque levou aquela bronca fora de hora.

Será que toda essa explosão é de fato culpa dele?

A nossa vida é cheia de coisas de adultos como pagamentos, horários, trânsito, deveres, metas, preocupações, medos, frustrações, etc.

Mas a vida dos animais não é assim! Eles não vivem mal-humorados, irritados e bravos. O dia deles costuma ser, muitas das vezes, entediante.

Pense agora como ele: acorda… dorme… levanta… come… rói o osso… late para a porta… dorme de novo… acorda… vai até o pote de comida de novo… acabou a comida… tem um sapato “dando sopa” debaixo da cama… legal, vou roer para passar o tempo… E assim vai.

Eles não exigem nada de nós! Quando você volta para casa ele não vem te dizer que o dia dele foi chato, que ficou olhando para a parede por 8 horas. Na maioria das vezes ele vem, inclusive, te recepcionar feliz, simplesmente porque guardar mágoas não é do animal e, sim, do ser humano!

Não adianta agredir seu pet, gritar, culpá-lo pelo seu dia, trancar no castigo, não falar com ele por 1 hora. Nada disso vai adiantar, acredite, ele até pode ter medo de você, mas continuará roendo a correspondência.

Sabemos que o dia das pessoas é muito corrido, que é difícil fazer tudo o que precisamos fazer em 24hs, que temos marido, esposa, filhos e chefes cobrando nossa atenção e precisando do nosso tempo. Porém, se você não tem tempo para ajudar um pet, pense antes de tê-lo e, se você já o tem, aproveite o que ele pode te trazer de bom e o ajude a ter um dia mais interessante!

Já que seu dia foi cansativo, coloque a coleira nele e saia para um bom passeio; fará bem para vocês dois. Brinque com ele, faça carinho; isso só fará bem!

Resolva suas questões pessoais no momento certo do dia e com a pessoa certa, não desconte em quem não sabe e não pode se defender.

Antes de brigar com ele sobre o que ele “aprontou”, se questione um pouco se você não está faltando com algo para ele também. Afinal, só abrigo e comida não fazem um animal (nem uma pessoa) feliz; já pensou nisso?

Será que ele está fazendo xixi no lugar errado por falta de passeios ou porque o local das necessidades fica muito sujo? Será que ele está roendo seu sapato porque não tem nada para fazer e fica horas sozinho? Será que seu gato está engordando porque a única coisa que ele têm para fazer é comer? É como sempre digo, se você não tem tempo suficiente para eles, contrate quem tenha!

Mesmo que seu pet não apronte em nada, ele também precisa das mesmas atenções e cuidados! Pense nisso!

Andressa Gontijo – Médica Veterinária e fundadora da empresa de Pet Sitter My Pet’s Nanny

Comente

Comente

Your email address will not be published.

Siga nosso Instagram



A Enciclopédia Animal!