Você sabe o que é Pet Sitter e como esse serviço começou no Brasil?

petsitter_2

O Brasil tem mais de 100 milhões de pets entre cães, gatos, peixes, aves e outros. Pensando em oferecer cuidados especiais para estes animais de estimação, principalmente quando seus donos vão viajar, a veterinária Andressa Gontijo, proprietária da My Pet’s Nanny, trouxe para o país o serviço de Pet Sitter em 2010, quando este trabalho ainda não existia no país.

“Muitos donos de animais deixam de viajar por não saberem como seus animais vão ficar durante sua ausência, ou por não gostarem de colocar seus pets em hotéis, temos também clientes que ficam muito tempo fora de casa durante o trabalho e seus pets passam horas sozinhos, sem nenhuma atividade”, diz Andressa.

Para quem ainda não se familiarizou com o termo pet sitter, também podemos chamar de babá de animais ou cuidadores de animais. O serviço consiste em cuidar do pet em sua própria residência quando o dono for viajar ou trabalhar. Esses cuidados costumam  durar uma hora por visita e poderão ser feitas várias visitas por dia.

Durante os atendimentos o foco é exclusivo no pet do cliente, que receberá, alimentação, passeios, carinho, limpeza e atenção, em algumas empresas como a My Pet’s Nanny o pet também poderá receber medicação e uma interação com metodologia e materiais próprios.

Dentre as inúmeras vantagens dos serviços podemos citar algumas como:

– Foco 100% no seu pet durante o atendimento.

– Brincadeiras, estímulos, gasto de energia, limpeza, e tudo que ele precisa para ficar bem.

– Filhotes sem todas as vacinas, ou idosos que querem sossego irão amar essa solução.

– Muitos cães não se adaptam bem a hotéis ou locais fora de suas casas pois, para eles, é muito mais estressante ficar em um local com barulhos, cheiros e pessoas estranhas. Na sua casa tem seu cheiro, o cheiro de seus donos, seu sossego, seus cantinhos, dentre outros benefícios.

– No caso de felinos, o benefício de permanecerem em casa é ainda maior, gatos não gostam de sair de casa para ambientes agitados, com outros cheiros ou perto de outros animais, eles com certeza se sentem muito mais confortáveis ficando em sua própria casa.

– Os silvestres (aves, tartarugas, coelhos, etc) são como os felinos, se puderem permanecer em casa, para eles é muito melhor.

– Pensando no bem estar do pet na ausência do dono veremos o que aquele animalzinho mais necessita para ficar bem, como passeios, interação com outros cães caso os donos aceitem, brincadeiras, e exercícios!

– Menor risco de pulgas, carrapatos e doenças no geral, já que estarão em seu próprio ambiente.

andressa_gontijo_1

“Gostar de animais é fundamental, porém não basta, para ser um (a) Pet Sitter, é importante conhecimento, experiência, e suporte para qualquer emergência que possa acontecer”, afirma Andressa Gontijo.

“Esse serviço vem crescendo bastante, quando comecei ninguém o conhecia, e precisei aos pouquinhos conquistar os primeiros clientes, porém como conselho para os tutores que vão buscar esse serviço pela primeira vez sempre falo: busquem empresas com bom nome no mercado, com boas indicações e que passem a segurança necessária, afinal essas pessoas trabalharão com um membro importantíssimo da família, que é seu Pet.” relata Andressa.

A equipe que já conta com franqueados que recebem treinamentos constantes e passam por uma rigorosa seleção antes de entrarem na empresa.

Andressa Gontijo – Médica Veterinária e fundadora da empresa de Pet Sitter My Pet’s Nanny

Comente

Comente

Your email address will not be published.

Siga nosso Instagram



A Enciclopédia Animal!